SAÚDE

Campanha de Multivacinação para crianças e adolescentes é prorrogada
Menores de 15 anos têm até o dia 30 para procurar unidades de saúde e atualizar a carteira de vacinação


Campanha se estende até o dia 30 de novembro. Foto: Arquivo SMS

A Campanha Nacional de Multivacinação, que terminaria no último dia 29 de outubro, foi prorrogada pelo Ministério da Saúde até o dia 30 de novembro, devido à baixa procura em todo o país. A campanha é voltada para crianças e adolescentes de 0 a menos de 15 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias) e tem como objetivo ampliar o acesso a imunizantes que fazem parte do calendário nacional desse público e atualizar sua situação vacinal, evitando a volta de doenças já erradicadas.

A gerente de Imunização de Maceió, Eunice Amorim, chama a atenção dos pais para que eles compareçam às unidades de saúde com os filhos para atualizar as cadernetas e garantir a imunização. “É importante que os pais fiquem atentos aos prazos marcados na carteira de vacinação dos filhos. Por conta da pandemia, a cobertura vacinal desse público teve redução em Maceió e essa conduta pode resultar na volta de doenças já erradicadas em nosso país, como o sarampo e a paralisia infantil”, alerta.

Eunice lembra que as vacinas do calendário estão disponíveis nas salas de vacina de todas as unidades de saúde, com exceção da BGC, que tem calendário específico.

“As vacinas para crianças e adolescentes estão disponíveis em todas as unidades de saúde, exceto a vacina da BCG, que fica disponível apenas nas unidades de referência. Essa estratégia foi adotada para reduzir as perdas de doses por validade após a abertura do frasco”, completa a gerente.
Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió

Vacinas disponíveis

Estão disponíveis nas unidades de saúde as vacinas BCG, Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hepatite B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre Amarela, Tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba), tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Os adolescentes, especificamente, deverão tomar as vacinas HPV, dT (dupla adulto), Tríplice viral, Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada), seguindo a marcação que ainda não foi atualizada na caderneta de vacinação.

Confira os calendários de vacinação das crianças e dos adolescentes.

Pessoas com sintomas de Covid-19 devem aguardar

Caso crianças e adolescentes apresentem síndrome gripal ou sintomas compatíveis para a Covid-19, a vacinação deve ser adiada até que os sintomas desapareçam, com o tempo mínimo de isolamento de 14 dias, a partir do início dos sintomas. Pessoas expostas a outras que tenham diagnóstico confirmado para a Covid-19 também devem ser respeitado um intervalo de 14 dias.


Fale conosco ou participe do nosso grupo do WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM