Após surgir com Dado, Wanessa Camargo deixa mensagem enigmática

Por Anderson 18/07/2022 - 11:21 hs

Wanessa Camargo usou as suas redes sociais para deixar uma mensagem para os seus fãs e seguidores neste último domingo (16).

Após ser vista em vários cliques ao lado de Dado Dolabella, com quem reatou o relacionamento há alguma semanas, a cantora publicou uma foto bem sorridente em seu Instagram e aproveitou para deixar uma reflexão.


A famosa teve crise de pânico


Há algum tempo, Wanessa Camargo abriu o jogo e revelou um período delicado em que viveu. A filha de Zezé Di Camargo confessou que passou por diversas crises de pânico.

Em entrevista concedida a revista Quem, Wanessa Camargo contou que achava que iria perder os seus filhos. A famosa confessou que os seus filhos nunca perceberam que ela estava passando por aquela situação.

“Uma forma de eu entender que não estava ficando louca foi compartilhar tudo isso com outras amigas e ver que outras pessoas também passam por isso. Eu realmente achava que estava ficando louca e iria perder os meus filhos”, disse ela.

“Quando você é mãe, não tem tempo de cair. Não pode cair. As crianças entram aqui no quarto me chamando e não podem ver a mãe deles caída. E, graças a Deus, eles nunca perceberam, nunca me viram assim”, desabafou.

Bulimia

Wanessa Camargo ainda confessou que também teve bulimia. A cantora contou que sofreu com o distúrbio alimentar logo após ela perder a sua avó e também o seu assessor pessoal.

A cantora confessou durante muitos anos tinha vergonha de falar e debater sobre o assunto por conta da pressão e baixa autoestima em toda a sua vida.

“Durante muitos anos, estava ensaiando falar algumas questões que aconteceram ali na série. Eu tinha muita vergonha de falar que eu tinha bulimia, síndrome do pânico. Já tinha falado que muitas questões de pressão foram muito fortes na minha vida, junta com a cabeça que estava fraca a autoestima baixa”, falou.

“O destino pega a gente de calça curta. Quando estava começando a gravar a série, comecei a ter crise de pânico e eu não tinha há muito tempo. Perdi meu avô, o Aguiberto Santos (assessor pessoal), que trabalhava comigo, e muitas coisas que me deram gatilho”, encerrou.