Governo entrega cisternas e barracas para agricultores de Palmeira nesta segunda

Por Anderson 19/06/2022 - 10:11 hs

Nesta segunda-feira (20), o Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri-AL), entrega 121 unidades de Barracas de Feira para os agricultores de Palmeira dos Índios.


No total, serão 37 municípios beneficiados, gerando quinhentos empregos diretos e mil empregos indiretos às famílias de agricultores e familiares feirantes. Um investimento de mais de R$ 76 mil com recursos próprios.


Através da Cooperativa  Agropecuária Regional de Palmeira dos Índios (Carpil), os beneficiários do Agreste, Zona da Mata e Sertão de Alagoas receberão duas unidades de barracas para gerar emprego, renda e garantir o sustento das famílias que vivem da agricultura em Alagoas.


CISTERNAS


Além das barracas de feira, os agricultores do município também estão sendo beneficiados pelo Programa Cisternas Estadual. Famílias rurais de baixa renda atingidas pela seca ou falta regular de água, com prioridade para povos e comunidades tradicionais, estão na lista de beneficiados. 


A Seagri-AL, em parceria com o Ministério da Cidadania, tem desenvolvido trabalhos dentro do Programa Nacional de Apoio à Captação de Água de Chuva e outras Tecnologias Sociais de Acesso à Água – o Programa Cisternas, como forma de minimizar os efeitos de estiagem nas regiões.


Um investimento do Governo de Alagoas de mais de R$ 30 milhões com recursos próprios. Apenas, em Palmeira, R$ 1.570.191,73 (um milhão quinhentos e setenta mil, cento e noventa e um reais e setenta e três centavos) já foram liberados. 


Nesta etapa, foram selecionados, capacitados e contemplados com a construção de cisternas para 401 beneficiários residentes na zona rural, sendo 50 na comunidade Quilombo Tabacaria, da cidade de Palmeira dos Índios. 


Essas famílias terão acesso à tecnologia social cisterna de placas de 16 mil litros. Como resultado, espera-se que as famílias possam melhorar suas condições de vida, facilitando o acesso à água de qualidade para consumo humano, com impacto direto sobre a saúde e a segurança alimentar e nutricional.